P
  • Bacharel em Direito

Paulo Bastos

Belo Horizonte (MG)
0seguidor1seguindo
Entrar em contato

Recomendações

(1)
R
Rafael Pereira
Comentário · há 3 anos
Ana Maia. Interessante sua consideração. A licença paternidade em termos de tempo é consideravelmente menor para o homem. É óbvio que o pai cuidará menos da criança. Ele tem menos tempo legalmente concedido.

Na sua afirmação "os homens não fazem curso superior por falta de interesse". Nao sei com que base você diz isso. Na minha opinião os homens continuam fazendo curso superior. A grande novidade é que de 1970/1980 as mulheres começaram a dividir as cadeiras universitárias com os homens. Como historicamente há mais mulheres do que homens e como hoje os direitos são iguais é óbvio que elas serão maioria.

No restante da frase "O que vejo são mulheres chegando em casa as 19hrs e tendo que fazer janta cuidar de filho (...)". Não sei até que ponto isso é verdade. Vejo muitos casais novos que dividem a cozinha e outros comendo fora pq nenhum dos dois sabem cozinhar bem.
Mesmo que sua afirmação seja verdadeira, posso dizer com base num comentário abaixo bem interessante do Regis Mendes que diz "via de regra, mulheres são muito mais exigentes com"a casa"que os homens" talvez explique isso.

A bem da verdade e isso você não poderá contestar é que a mulher vive mais. Qualquer estatística que você encontrar mostra que o homem vive menos. Se a gente olhar sobre esse viés e se atentar que até pouco tempo atrás apenas o homem trabalhava enquanto a mulher não, logo deveria o homem se aposentar antes. Mas aí seria machismo né.. Direitos iguais para todos. Nem mais pra um nem pra outro e pronto. Tão fácil resolver essa questão.

Perfis que segue

(1)
Carregando

Seguidores

Carregando

Tópicos de interesse

(3)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

ANÚNCIO PATROCINADO

Outros perfis como Paulo

Carregando

Paulo Bastos

Entrar em contato